quarta-feira, 16 de julho de 2008

Banho de peixes, sabonetes decorados

"Atirei um limão n’água e caí n’água também, pois os peixes me avisaram, que lá estava meu bem.
Atirei um limão n’água, foi levado na corrente. Senti que os peixes diziam: Hás de amar eternamente". Trechos do poema Peixinhos, de Carlos Drummond de Andrade.
Sabonetes decorados.

Um comentário:

Sandra... disse...

Guauuuuuuuu, qué lindos jabones!!! Yo amo los jabones decorados y éstos me vendrían muy bien en mis baños, jeee, besos amiga!