quinta-feira, 2 de abril de 2009

Borboletas, cachecol de crochê

"No mistério do sem-fim equilibra-se um planeta.
E, no planeta, um jardim, e, no jardim, um canteiro;

no canteiro uma violeta, e, sobre ela, o dia inteiro,
entre o planeta e o sem-fim, a asa de uma borboleta".


Canção mínima, por Cecília Meireles.


11 comentários:

Sandra... disse...

Està de ùltima moda este color violeta para este otoño/invierno Lidia!
Tu cachecol està espectacular, te felicito♥♥
Un beso grande!!!

Natty disse...

Lindo! Demorei para decsobrir as borboletas rs tou a ficar cegueta :P

beijo
ja entendi para que era aquele circulo ;)
Beijo
Natty

Mônica Schmidt disse...

Lindo, muito lindo.Parabéns
vim conhecer seu cantinho e já seguirei, e acompanharei seus trabalhos. Passa no meu blog, não sou tão fera como vc mas, estou no começo!
beijos

Josimar disse...

lindos
cachecol e poema
bjos

♡Angel Sapeca♡ disse...

Olá amiga
amei esse cachecol é um sonho e o seu blog amiga é o mais poetico que conheço e amo mto tudo isso !!
Parabéns !
MIL BJUS e continue assim agradando nossos olhos e nossos sentimentos !

Maria Gabriela Costa disse...

Que belleza me encanto y el color ni te cuento un beso y buen finde tallerdeartelarussacosta

Elsa de Carvalho disse...

Olá linda Lidia!!

Passei para te dar os parabéns pela execução de mais estes fabulosos trabalhos e te desejar um excelente fim de semana!

Bjinhos

A magia do crochê disse...

Olá Lidia!! Que lindo cachecol....adorei!! Bjos

Kátia MIssau

ANA MARIA disse...

Coisa mais linda esse cachecol! Adorei as borbolets! Parabéns!!!

Bjs,
Ana Maria

Giuliana disse...

Semplicemente meravigliosa: mi piace tantissimo il colore e la lavorazione ! Brava!

Ana Paula disse...

Olá,
parabéns pelos trabalhos!
Ainda não sou fera no crochê...então, será que poderia me dar a receitinha deste cachecol???
Beijinhos para você.
Tenha um lindo dia.

*tive dúvida se prestava atenção nos tabalhos ou nas poesias...lindo blog!